30 de ago de 2010

Disco da semana - Surrealistic Pillow

"Surrealistic Pillow" (1967) - Jefferson Airplane



Faixas:

1."She Has Funny Cars"
2."Somebody to Love"
3."My Best Friend"
4."Today"
5."Comin' Back to Me"
6."3/5 of a Mile in 10 Seconds"
7."D.C.B.A. -25"
8."How Do You Feel"
9."Embryonic Journey"
10."White Rabbit"
11."Plastic Fantastic Lover"



Em 1967 a banda Jefferson Airplane era formada por Marty Balin (vocais e guitarra), Grace Slick (vocais, piano, orgão), Paul Kantner (guitarra), Jorma Kaukonen (guitarra), Jack Casady (baixo), Spencer Dryden (bateria).

"Surrealistic Pillow" é o segundo album da banda de São Francisco, carregado da psicodelia que caracterizou parte da produção artística do final dos anos 60, início dos 70. Difícil destacar canções nesse álbum. Talvez as de maior sucesso como single, "Somebody to Love", com vocais de grande força de Grace Slick, e "White Rabbit", também com vocais de Slick, mas que chama a atenção pela letra que remete à Alice no País das Maravilhas.

O álbum é uma pequena mostra da contracultura tão viva e pungente na costa oeste dos Estados Unidos na década de 60, de onde brotariam várias outras grandes bandas.

27 de ago de 2010

The Jolly Boys - Rehab

The Jolly Boys é uma banda jamaicana, formada ainda na década de 50, que se dedica ao som típico do país conhecido como mento. Neste vídeo podemos ver a versão que eles fizeram para Rehab, sucesso de Amy Winehouse. Sabe que ficou bem legal?!

26 de ago de 2010

Frases antológicas: Frank Zappa

Frank Vincent Zappa foi um dos músicos e compositores mais profícuos do século XX. A sua obra musical estende-se desde o rock até à música clássica, passando pelo jazz e música de fusão. Foi também um exímio guitarrista. Para além da obra musical, realizou filmes e escreveu diversos livros.

Em 1964, em Los Angeles, fundou o grupo, Mothers of Invention. Nos seus espectáculos, combinava música experimental improvisada onde estavam sempre presentes as suas comédias surrealistas e sátiras anárquicas, com adereços especiais e improvisações dramáticas. Entre os músicos que ele lançou estão nomes como Jean-Luc Ponty, Steve Vai, Bob Martin e muitos outros.

Frases:

"A mente é como um pára-quedas. Só funciona se abri-lo."

"A emoção de um músico é a coisa mais importante, é o que sobrepõe ao acorde. Se deixar isto de fora, a música não vai lhe tocar."

"Droga não é o mal. A droga é um composto químico. O problema começa quando pessoas tomam drogas como se fosse uma licença para poderem agir como babacas."

"Sem um desvio do normal, progresso é impossível."

"Sem música para decorar, tempo é só a monotonia de prazos de entregas e contas à pagar."

"Conduzir uma orquestra é abanar as mãos ou um pedaço de pau, criando desenhos no ar, onde são interpretados como mensagens musicais por gente de fraque, que preferiria estar pescando."

"Política é o departamento de entretenimento da indústria."

"Se você quer trepar, vá à faculdade. Mas se você quer aprender alguma coisa, vá à biblioteca."

"Se você acabar com uma vida tediosa e miserável porque você ouviu seus país, seus professores, seu padre ou alguma pessoa na televisão, dizendo para você como conduzir a sua vida, então a culpa é só sua e você merece."

"Meu conselho para quem quer ter uma criança sadia e feliz é mantê-la o mais longe possível de uma igreja. Crianças são ingênuas e confiam em todo mundo. Escola já é ruim mas se levá-la para a igreja, então está querendo mesmo problemas."

"A maioria das pessoas não reconheceria uma música boa se ela viesse e as mordesse na bunda."

"Estupidez até pode ter um certo charme. Ignorância não."

"Alguns cientistas acreditam que hidrogênio, por ser tão abundante, é o elemento básico do universo. Eu questiono este pensamento. Existe mais estupidez do que hidrogênio. Estupidez é o elemento básico do universo."

"Existe mais canções de amor do que qualquer outro tipo. Se canções influenciassem as pessoas, amaríamos uns aos outros."

"Existem vários guitarristas muito bons por aí, mas posso lhe garantir que sou o único fazendo as coisas que faço. Isto porque não me apresento como um estrela. Vou lá pra tocar composições."

"A parte mais feia do seu corpo é sua mente."

"Minha música é como um cinema para os ouvidos."

"Pessoas consomem produtos via respiratória para poderem diminuir seu nível intelectual e assim poderem se sentir parte da turma. Afinal, ninguém gosta de andar com quem é mais inteligente do que você. Isto não é divertido."

"Há uma grande diferença entre se ajoelhar e ficar de quatro."

25 de ago de 2010

Brasil Tipo Exportação! - Parte 7

Magalenha foi parar na Jamaica:



Agora ouça a versão original, composta por Ségio Mendes:



24 de ago de 2010

Wayne Levin

O californiano Wayne Levin ganhou sua primeira câmera aos 12 anos como um presente de anivervesário. Hoje, aos 65 anos, é um fotógrafo com um vasto currículo: inúmeras exposições, publicações e prêmios. Seu trabalho é majoritariamente em preto e branco e sua ligação com o mar está presente em todas as fotografias.

O site de Wayne é um portfolio recheado com a sua bela arte . Vale muito a pena ser visitado: www.waynelevinimages.com


















23 de ago de 2010

Disco da semana - Riding With the King

"Riding With the King" (2000) - B.B. King e Eric Clapton


Faixas:

1."Riding with the King"
2."Ten Long Years"
3."Key to the Highway"
4."Marry You"
5."Three O'Clock Blues"
6."Help the Poor"
7."I Wanna Be"
8."Worried Life Blues"
9."Days of Old"
10."When My Heart Beats Like a Hammer"
11."Hold On, I'm Comin'"
12."Come Rain or Come Shine"



Da parceria de B.B. King com Eric Clapton só poderia resultar algo tão bom quanto "Riding With the King", de 2000. Um típico álbum de blues, com canções do repertório do próprio King, como Three O'Clock Blues", "Days of Old", e "Help the Poor", e outras pérolas pinçadas do repertório de artistas como Big Bill Broonzy e Isaac Hayes.

Difícil destacar canções em um álbum que mantem o ótimo nível do início ao fim. Talvez o single do álbum, a homônima "Riding With the King". Ali já é possível perceber o prazer de Clapton e King na realização deste trabalho.

Um álbum que quando chega ao fim pede para ser ouvido novamente.

21 de ago de 2010

Uma grande solução

O Japão é um país densamente povoado, são mais de 127 milhões de habitantes para uma área de 378 mil Km². Uma das implicações desse fenômeno é a falta de espaço que as pessoas enfrentam: as residências são muito pequenas e por conta disso a qualidade da moradia pode não ser o que normalmente se espera de um lar. Mas esses obstáculos impõem desafios que são possíveis de serem transpostos a exemplo do ótimo projeto do arquiteto Shintaro Fujiwara que foi construído em Osaka.

Conforme é possível verificar na foto ao lado, o desafio de Fujiwara foi erguer um imóvel em um terreno com dimensões muito pequenas. Na verdade, um pedaço de terra espremido entre duas casas. Porém, magistralmente a solução foi encontrada: pé-direito com 5,6 metros de altura, o intervalo entre os pavimentos é vazado, fachada de vidro (para evitar a falta de privacidade foi plantada uma árvore que crescerá e propiciará maior resguado da intimidade dos moradores). Abaixo, mais fotos do projeto:






































Do Dezeen

20 de ago de 2010

Formatura sem fórmula pronta

Os vídeos exibidos nas festas de formatura são sempre iguais, salvo raras exceções. Aqui vai um exemplo de que a criatividade não precisa de muitos recursos para ter um bom resultado. O trabalho a seguir é simples, bacana e conseguiu sair do lugar comum.

Class of 2010_Josh Shipp from maxime bruneel on Vimeo.



19 de ago de 2010

Frases antológicas: Jim Morrison

James Douglas Morrison, ou simplesmente Jim Morrison, foi um cantor, compositor e poeta norte-americano, vocalista da banda de rock The Doors.


Frases:

"Eu vejo-me como um ser humano sensível e inteligente, mas com um coração de palhaço que me obriga a estragar tudo nos momentos mais importantes."

"Eu acho que os pontos mais importantes são apenas o mais alto e o mais baixo. Todo o resto está apenas no meio. Eu quero a liberdade para experimentar tudo."

"Eu acho que apenas estava farto da imagem que criaram de mim, que na qual eu algumas vezes consciente e outras inconscientemente colaborei. Tornou-se demais para mim ter que a suportar, então numa noite gloriosa pus-lhe fim."

"Quando fazes as pazes com a autoridade, torna-te na autoridade."

"Os sorrisos receptivos dos admiradores geralmente guardam a morte por detrás dos dentes felinos".

"Alguns nascem para o suave deleite; outros, para os confins da noite".

"A única obscenidade que conheço é a violência".

"Os espectadores são vampiros silenciosos".

"Sempre fui atraído pelas idéias contra a autoridade. Gosto das idéias referentes a quebra de sistema, destronamento da ordem estabelecida."

"Queria checar os limites da realidade. Estava curioso em ver no que ia dar. Isso é tudo: apenas curiosidade"

"Se exponha aos seus medos mais profundos, depois disso, o medo não terá poder nenhum e o medo da liberdade encolhe e desaparece. Você é livre"

"Ouçam. a verdadeira poesia não diz nada, apenas destaca as possibilidades. Abre-se todas as portas. As pessoas podem atravessar aquela a que lhes ajusta."

“Se minha poesia pretende atingir alguma coisa, é libertar as pessoas dos limites em que se encontram e que se sentem"

"Estamos mais interessados no lado negro da vida, a coisa maligna, a coisa noturna."

"Não posso jogar com tudo porque não fazemos a vida, ela própria nos faz."

18 de ago de 2010

Política x Comédia

Pensei que haviam sido proibidas brincadeiras com candidatos e eleições...



Muito melhor que Zorra Total e A Praça É Nossa!

Uepa!

Um rapaz teve seu tombo flagrado pela câmera de tv... Mais tarde lá estava ele em pleno jornal!
Essa deve ter sido dolorida!



Cidades do Lego


Uma ideia encabeçada por Jan Vormann realiza o sonho de muitos adultos: utilizar as peças do lego na vida real. Chamado Dispatchwork, o trabalho é desenvolvido em vários países. Algumas crianças embarcam no projeto que tem um resultado bastante interessante. Veja as fotos:

Barcelona

QuitoTel Aviv
Zurique
Berlim

17 de ago de 2010

Brasil tipo exportação! - Parte 6

Primeiro ouça essa música do Pet Shop Boys...



Agora ouça essa música do Olodum...



Não é coincidência nem plágio. Os caras do Pet Shop Boys usaram a música do Olodum como base. Quase como uma versão. Vale ressaltar que em seu cd eles dão os devidos créditos aos músicos brasileiros.

16 de ago de 2010

Disco da semana - Travelling Without Moving

"Travelling Without Moving" (1996) - Jamiroquai

Faixas:

1."Virtual Insanity"
2."Cosmic Girl"
3."Use The Force"
4."Everyday"
5."Alright"
6."High Times"
7."Drifting Along"
8."Didjerama"
9."Didjital Vibrations"
10."Travelling Without Moving"
11."You Are My Love"
12."Spend a Lifetime"
13."Funktion"
14."Do You Know Where You're Coming From?"


Em 1996 o grupo Jamiroquai lançava seu terceiro disco: "Travelling Without Moving". A missão do álbum era superar o bem sucedido "The Return of the Space Cowboy", de 1994. E pode-se dizer que a missão foi cumprida.

O grupo fundado pelo vocalista Jay Kay, mas que troca de formação constantemente, conseguiu produzir um trabalho extremamente consistente. A começar pelas faixas 1 e 2, "Virtual Insanity" e "Cosmic Girl", respectivamente. Se você gostou do que ouviu nesse ótimo início, siga sem medo até o final. Não irá se arrepender.

O acid jazz desses britânicos é totalmente envolvente e dançante. Não há como ficar imune ao som dos caras. Todas as faixas cumprem bem sua função no todo do disco. Chamaria a atenção em especial para "Alright", "High Time" e "Travelling Without Moving", assim como as duas primeiras, acima das demais. Mas não despreze as outras 9 canções! Como disse, o disco todo é bem interessante.

Uma ótima opção de audição, seja em momentos de ócio, seja como trilha sonora para festas. Um disco que apesar de 14 anos, ainda não envelheceu.

14 de ago de 2010

Realidade virtual

Maravilhoso o trabalho a seguir feito pelo Studio Aiko. Localizado em Israel, a especialidade do escritório é lidar com imagens: renderizar, desenhar, criar texturas, efeitos de iluminação, etc.
O vídeo abaixo traz a representação de uma residência em estilo colonial localizada na Suíça. O mais impressionante é a qualidade das imagens que são capazes de confundir os mais desavisados. Os softwares utilizados foram 3DMax e VRay e a finalização feita em AfterFX. O plus fica por conta do acompanhamento entre trilha sonora + efeitos especiais. Genial!

Villa Cologny Architecture Simulation from Studio Aiko on Vimeo.


12 de ago de 2010

Frases antológicas: André Dahmer

André Dahmer é um desenhista brasileiro. Autor das tirinhas dos Malvados, uma crítica aos costumes do dia-a-dia.

Além dos Malvados, o cartunista é conhecido também por ter criado o personagem Emir Saad, um ditador sádico e egocêntrico, que controla seu reino na base da carnificina, da ditadura, das ameaças, da tortura e do humor negro; a série de tirinhas "Apóstolos, a série", uma narrativa da história de Jesus mas com várias críticas ao cristianismo e à Igreja católica e a série "Cidade do medo", tirinhas sobre violência.

O sucesso já rendeu espaços no Jornal do Brasil, Portal G1, Folha de São Paulo, Piauí e Caros Amigos.




Frases:

"Assassinos... Vamos matar todos eles."

"Mais vinte tiros e teremos uma democracia."

"Evito pensar para não me tornar socialmente perigoso."

"Se a verdade fosse um objeto palpável ela seria uma massinha de modelar."

"Você só se torna infeliz se cair na besteira de pensar na vida."

"A mesma sociedade que me deprime vai me vender um remédio pra me alegrar."

"O que está vendendo bem agora são os produtos contra o consumismo."

"Bota no jornal que o povo acredita."

"A ignorância é a mãe da felicidade."

"O álcool é o gelol da alma."

"Já viu algum amigo seu reclamar que tem uma cerveja enchendo o saco dele?"

"Se eu começo a beber pela manhã, de tarde o mundo já está mais justo e bonito."

"A vida não é triste. Você que é alegre demais."

"Quer impressionar uma mulher? Diga que é dono de uma fábrica de chocolate."

"A terapia é o entretenimento dos ricos e a televisão o analista despreparado dos pobres."

"Um revólver é um argumento forte, mas um fuzil é uma verdade científica."

"Eu quero um Deus que pague meu aluguel."

"A confiança é a base do arrependimento."

"Eu queria um Lula modelo 89."

"Um povo que vota nas coxas acaba tomando na bunda."

10 de ago de 2010

Está faltando algo?

Parece que faltam pés para a cadeira, certo? Errado. O móvel denomidado "cadeira mágica" foi projetado pelo designer italiano Davide Conti e cria uma ilusão de ótica que propicia um ar divertido ao objeto. Ele utilizou um material transparente para fazer a sustentação da cadeira e enganar os olhos das pessoas.

O projeto não só é divertido, como também bonito. A leveza alcançada através da geometria retilínea e do material translúcido resultou em uma elegante cadeira.

Do fubiz

9 de ago de 2010

A etiqueta do sushi

Ano passado eu criei um post dando algumas dicas de como se portar em um restaurante japonês. Porém, era um post totalmente escrito. Agora, encontrei esse ótimo manual ilustrado, no também ótimo Marketing na Cozinha, que ensina de maneira muito mais simples, a etiqueta dos restaurantes da terra do sol nascente.


Novas cédulas de Real

Segundo o BC, as novas cédulas de Real serão lançadas em outubro. As notas ganharam recursos mais sofisticados e foi preciso trazer duas grandes máquinas suíças para dar conta do processo. Todas terão a chamada “banda holográfica”, aquele negocinho brilhante já presente na cédula de 20 reais. Agora, três sistemas de identificação estarão presentes: a olho nu, com lupa ou luz especial e um terceiro sistema secreto.

As cédulas já começaram a ser impressas. As notas de R$50 e R$100 serão as primeiras a chegarem ao mercado. As notas ganharam um formato mais quadrado, com diferença de tamanho entre os valores. Talvez para facilitar a vida dos deficientes visuais. Eu gostei das mudanças. E você? O que acha?


Disco da semana - Maquinarama

"Maquinarama" (2000) - Skank


Faixas:

1."Água e Fogo"
2."Três Lados"
3."Ela Desapareceu"
4."Balada do Amor Inabalável"
5."Canção Noturna"
6."Mulçumano"
7."Maquinarama"
8."Rebelião"
9."A Última Guerra"
10."Fica"
11."Ali"
12."Preto Damião"



No ano 2000 o Skank, formado por Samuel Rosa (vocal e guitarra), Henrique Portugal (teclado e guitarra), Lelo Zaneti (baixo) e Haroldo Ferretti (bateria), mudou consideravelmente seu estilo. Na verdade a mudança já havia começado em "Siderado", álbum anterior, mas com "Maquinarama" a mesma tornou-se mais palpável.

Nada de naipe de metais. Adição de violões e guitarras com um que de rock britânico de décadas passadas davam o tom do trabalho. Se observarmos o primeiro álbum do grupo, homônimo, de 1993, veremos o quanto o som dos caras mudou, e na minha opinião, pra melhor.

"Maquinarama" começa muito bem com a interessante "Água e Fogo". Uma bela introdução para uma excelente sequência com "Três Lados", carro-chefe do álbum, e "Ela Desapareceu".

A faixa três, "Balada do Amor Inabalável", composta em parceira com Fausto Fawcett, leva o Skank a outro mundo. A incrível "Canção Noturna" completa esse início de extrema felicidade do álbum. Cinco músicas de grande qualidade, com letras muito bem elaboradas, todas contando com a participação do competente Chico Amaral.

"Mulçumano", "Maquinarama", "Rebelião" e "A Última Guerra" não conseguem manter o nível das faixas já mencionadas, mas também podem ser consideradas boas canções. O clima inicial é retomado nas faixas 10, "Fica" e 11, "Ali". "Preto Damião" encerra o álbum.

O Skank de hoje, sem dúvida alguma, deve muito a "Maquinarama". Um álbum que mostrou a ousadia e coragem da banda ao mexer em time que estava ganhando, sempre em busca de um aprimoramento musical próprio. Acertaram em cheio.

6 de ago de 2010

O que significam as siglas automotivas?

Os nomes dos carros sempre vem seguidos de alguma sigla que designam a classe do veículo. Mas você sabe o que elas significam? Algumas são bem conhecidas mas outras foram uma surpresa, pelo menos pra mim. Confira:

Alfa Romeo

Twin Spark - tecnologia adotada pela Alfa Romeo e significa que no motor existem duas velas de ignição por cilindro


Chevrolet

VHC - Very High Compression, ou seja, motor de alta compressão
SFI - Sequential Fuel Injection, ou seja, injeção de combustível sequencial
DLX - De Luxe
GL - Gran Luxe
GLS - Gran Luxe Sport
CD - Confort Diamond


Fiat

Fire - Fully Integrated Robotized Engine, que, traduzido, significa algo como Motor Robotizado Totalmente Integrado
ED - Economic Drive
EDX - Economic Drive Extra
SX - Standard Extra
EX - Extra
ELX - Elegance Extra
HLX - High Level Extra
HGT - High Gran Tourism


Ford

L - Luxe
XL - Extra Luxe
XR - Experimental Research
XLT - Extra Luxe Total
GL - Gran Luxe
GLX - Gran Luxe Extra
Ghia - Assinado pelo estúdio de design italiano homônimo


Honda

LX - Luxe
EX - Executive


Mitsubishi

L - Luxe
GL - Gran Luxe
GLS - Gran Luxe Sport


Renault

RL - Ranking Low
RN - Ranking Normal
RT - Ranking Top
RXE — Ranking Extra


Subaru

STI - Subaru Tecnica International. Trata-se de uma divisão criada pela marca japonesa Subaru para coordenar o desenvolvimento de seus carros esportivos, principalmente para o Mundial de Rali, o WRC


Toyota

SW4 - refere-se a uma versão perua com tração nas quatro rodas
VVTi - Variable Valve Timing Intelligence. Traduzindo é: Inteligência de Variação do Tempo de abertura das Válvulas. Esse termo é utilizado pela Toyota para o sistema de variação do tempo de abertura das válvulas de admissão do motor. Esse sistema faz com que o motor apresente uma melhora nas respostas em baixa rotação, pois nessa faixa o motor tende a aspirar uma grande quantidade de ar em relação ao combustível, tornando a mistura pobre. Assim, o sistema faz com que o tempo de abertura das válvulas de admissão seja menor, diminuindo a quantidade de ar, o que vai melhorar a mistura. Já em altas rotações o sistema faz justamente o contrário, aumenta o tempo de abertura da válvula de admissão de ar e, em conseqüência, a potência final.


Volkswagen

CS - Confort Silver
CG - Confort Gold
CD - Confort Diamond
GT - Gran Turismo
GTI - Gran Turismo Injection
GTS - Gran Turismo Sport
Trend - A palavra “Trend” significa tendência, em inglês. No caso dos carros da Volkswagen, denomina um tipo de pacote de acessórios. Geralmente é composto por detalhes diferenciados tanto no acabamento interno, quanto no externo (faróis, aerofólio, rodas etc.)

Não acenda a luz

O novo clipe da banda canadense Chromeo é fantástico. Dirigido por Keith Schofield, a dançante "Don´t turn the lights on" ganhou um videoclipe com truques de imagem que divertem o espectador. Fazendo uma brincadeira com a letra da música (não acenda a luz/porque hoje à noite quero te ver no escuro) os olhos das pessoas se destacam no breu e dão brechas para piadinhas. O meu momento predileto é quando os olhos resolvem sair sozinhos para dar uma volta.


Apague a luz e aumente o som!

Dica encontrada no sempre bom Fubiz

5 de ago de 2010

Tangga House

O escritório Guz Achitects criou uma bela residência, a Tangga House, em Singapura. O projeto trabalha basicamente as linhas retas e enfatiza o máximo de aproveitamento da ventilação e da iluminação natural. Um dos atrativos da casa é o pátio central com pé-direito duplo e também a piscina em formato de "L" que abraça o lugar e vira um lindo pano de fundo para a sala.

Os materiais utilizados na obra remetem ao clima tropical e à natureza local. O que permite uma maior aproximação entre ambiente natural e a moradia.

Sem dúvida, um projeto muito bem elaborado.

Do ArchDaily

Related Posts with Thumbnails