13 de jan de 2010

Quem matou Napoleão? O papel de parede.

Napoleão Bonaparte faleceu em maio de 1821, no seu castelo na ilha de Santa Helena. As primeiras evidências mostraram que a causa foi um problema no estômago, uma úlcera grave. Outras teorias apontam o envenenamento por arsênico, fato que gerou várias teses, dentre elas a de que alguém teria envenenado Napoleão.

No século XX as investigações ganharam outro rumo devido a uma pequena pista: a substância também foi encontrada no cabelo de Bonaparte. Isso mostrou que o envenenamento provavelmente não foi proposital. A partir daí as pesquisas apontaram outro culpado: o papel de parede (figura abaixo). Isso mesmo. A peça encontrada nos
aposentos de Napoleão era composta pelas cores
da realeza, o dourado e o verde.

Naquela época o processo de fabricação do pigmento verde contava com a presença do arsênico entre os ingredientes e a quantidade encontrada no papel de parede é elevada. Como Bonaparte e outras pessoas que passavam pelo seu aposento reclamavam de sintomas como diarréia, dores no estômago e calafrios, reforça-se a idéia de que realmente havia arsênico no pigmento do papel de parede. Apesar de todas as evidências, a tese de que a culpa foi do papel de parede ainda não é consenso. Mas que é curioso, sem dúvida.

Informações e fotos: Victorian Web



Um comentário:

Marcos R. B. Lima disse...

Que História! Pra lá de irônico, mas uma ironia que beira o humor negro. A história sem glamour, quem diria!!!

Related Posts with Thumbnails