3 de jun de 2009

Festival Folclórico de Parintins

O Festival Folclórico de Parintins é uma festa popular realizada anualmente no último final de semana de junho na cidade de Parintins, Amazonas.
Realizado desde 1965, o festival é uma apresentação a céu aberto, onde competem duas agremiações, o Boi Garantido, de cor vermelha, e o Boi Caprichoso, de cor azul. A apresentação ocorre no Bumbódromo (Centro Cultural e Esportivo Amazonino Mendes), um tipo de estádio com o formato de uma cabeça de boi estilizada, com capacidade para 35 mil espectadores. Durante as três noites de apresentação, os dois bois exploram as temáticas regionais como lendas, rituais indígenas e costumes dos ribeirinhos através de alegorias e encenações.
História do Boi Bumbá Caprichoso
Vindos de Crato, Ceará, os irmãos Cid chegaram à região à procura de trabalho, mulher e filhos, e fizeram uma promessa a São João Batista: se alcançassem essas graças, reverenciariam o santo com um boi de pano. E assim aconteceu.
Como bons cristãos, juntaram-se ao ilustre filho de Parintins José Furtado Belém, advogado que fez carreira na política amazonense, e chegou a Vice-governador do Estado.
Certo dia, os três estavam frente à Praça 14 em Manaus, quando viram um Boi pertencente à família Antares, com o nome de Caprichoso.O trio fundou um Boi homônimo em Parintins. Surge então em 20/10/1913 o Boi Caprichoso de Parintins, na Travessa Sá Peixoto.
Inicialmente com uma marujada de 20 pessoas, com um instrumental feito de madeira oca com peles de animais, surge o Boi, cujos personagens eram a Estrela Maior, o Amo e A Vaqueirada.

História do Boi Bumbá Garantido
Surgido a 13 de junho de 1913, o Boi Garantido apareceu nos sonhos do curumim Lindolfo Monteverde, que sempre sentava ao colo de sua avó maranhense para ouvir as lendas do boi de pano que dançava nas noites de São João.
Inicialmente o menino de 11 anos, que brincava com a garotada de fé (turma de amigos) em seu quintal, confeccionou seu boi com curuatá, e batizou-o de "Garantido".
Por mais sete anos o quintal de Dona Xanda (Alexandrina Monteverde, mãe de Lindolfo) foi o palco para a festa desse Boi.
Após algumas discussões com Dona Xanda, Lindolfo conseguiu convencer a mãe a ajudá-lo a fazer os primeiros chapéus e camisas vermelhas, para sair às ruas. A resistência de sua mãe não era gratuita, uma vez que naquela época, as batalhas entre contrários eram coisa séria. Tanto que nem as mulheres podiam participar.
Mas foi aos 18 anos que a brincadeira de quintal de Lindolfo se tornou motivo de promessa, e transformou Garantido em um "Boi de promessa".
Durante uma viagem ao Pará, Lindolfo teve sérios problemas de saúde e fez uma promessa a São João Batista: se ele ficasse curado, faria seu Boi brincar durante toda sua vida. Graça alcançada, promessa cumprida.

Hoje Parintins se divide entre o vermelho e o azul. Tamanha rivalidade se percebe em toda parte. Não são permitidos elementos vermelhos na torcida do Caprichoso, assim como não são permitidos elementos azuis na torcida do Garantido.
Pra quem duvida da força desta rivalidade, basta dar uma olhada na próxima imagem e ver que até uma das maiores empresas do mundo se rendeu a ela.
Na história do Festival Folclórico o Boi Garantido é o maior campeão, com 26 títulos. Por sua vez, o Boi Caprichoso conta com 16 e em um ano (2000) houve empate.

Um comentário:

Fabi disse...

Achava que essa história de coca azul era mito!

Related Posts with Thumbnails