27 de out de 2011

Frases antológicas: Oswald de Andrade

José Oswald de Sousa Andrade foi um escritor, ensaísta e dramaturgo brasileiro e um dos promotores da Semana de Arte Moderna que ocorreu 1922 em São Paulo, tornando-se um dos grandes nomes do modernismo literário brasileiro.

Frases:

"Só a Antropofagia nos une. Socialmente. Economicamente. Filosoficamente."

"A Antropofagia ritual é assinalada por Homero entre os gregos e segundo a documentação do escritor argentino Blanco Villalta, foi encontrada na América entre os povos que haviam atingido uma elevada cultura-Asteca, Maias, Incas. Na expressão de Colombo, comiam los hombres. Não o faziam porém, por gula ou por fome."

"Torcida indígena a favor de um imperialismo "civilizador". Leitor pequeno-burguês, não será você?"

"Aprendi com meu filho de dez anos que a poesia é a descoberta das coisas que eu nunca vi."

"Sempre enfezei em ser eu mesmo. Mau mas eu."

"Tupi or not tupi - That is the question."

"Erro de português: Quando o português chegou debaixo duma bruta chuva vestiu o índio! Fosse uma manhã de sol o índio tinha despido o português."

"Como poucos, eu conheci as lutas e as tempestades. Como poucos, eu amei a palavra liberdade e por ela briguei."

" A alegria é sempre a prova dos nove!"

"A alegria é a verdadeira prova dos nove."

"A vida é uma calamidade a prestações."

''Contra a memória fonte do costume. A experiência pessoal renovada.''

Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails