29 de set de 2011

Frases antológicas: Caio Fernando Abreu

Caio Fernando Loureiro de Abreu foi um jornalista, dramaturgo e escritor brasileiro.

Apontado como um dos expoentes de sua geração, a obra de Caio Fernando Abreu, escrita num estilo econômico e bem pessoal, fala de sexo, de medo, de morte e, principalmente, de angustiante solidão. Apresenta uma visão dramática do mundo moderno e é considerado um "fotógrafo da fragmentação contemporânea".


Frases:

"Tem gente que tem esse dom. De não ser feliz e querer enferrujar o sorriso alheio."

"Soltei o mundo, pra segurar a sua mão."

"Chorei pela guerra cotidiana. Pelas tentativas de sobrevivência. Pelos apelos de paz não atendidos. Pelo amor derramado. Pelo amor ofendido e aprisionado. Pelo amor perdido."

"Eu tenho uma porção de coisas pra te dizer, dessas coisas assim que não se dizem costumeiramente, sabe, dessas coisas tão difíceis de serem ditas que geralmente ficam caladas, porque nunca se sabe nem como serão ditas nem como serão ouvidas."

"...Quem nos faz falta acerta o coração como um vento súbito que entra pela janela aberta."

"Decepções são apenas uma forma de Deus dizer: eu tenho algo melhor para você."

"Fazia muito tempo que eu não tinha vontade de sorrir para nada nem para ninguém, então era extraordinário que ele conseguisse perturbar assim os cantos de meus lábios."

"Preciso sim, preciso tanto.Alguém que aceite tanto meus sonhos demorados quanto minhas insônias insuportáveis."

"Que, mesmo quando estivermos doendo, não percamos de vista nem de sonho a ideia da alegria. Tomara que apesar dos apesares todos, a gente continue tendo valentia suficiente para não abrir mão de se sentir feliz."

"Sabe de uma coisa? Eu desisto das pessoas."

"Ama-se pelo cheiro, pelo mistério, pela paz que o outro lhe dá, ou pelo tormento que provoca."

"Existe tanta coisa mais importante nessa vida que sofrer por amor."

"Tudo acontece no seu tempo."

"Comece - ironicamente - seguindo o conselho de quem deixou de te amar. Cuide de você."

"Como se mil pessoas se importassem com você, menos uma. E, de alguma forma, era a única que você necessitava que se importasse."

3 comentários:

associacao caiof disse...

você gosta do caio fernando abreu? Acesse www.associacaocaiof.blogspot.com e ajude na contruçao do site oficial do escritor.

simone gallego disse...

algumas coisas postadas NÃO são do Caio.

simone gallego disse...

Ama-se pelo cheiro, pelo mistério, pela paz que o outro lhe dá, ou pelo tormento que provoca.

Arnaldo Jabor.

Related Posts with Thumbnails