5 de ago de 2011

Malas Prontas - Montevidéu

As postagens "malas prontas" geralmente apresentam sugestões de atividades interessantes em diversas cidades do país. Desta vez faremos um post um pouco diferente. Por se tratar de uma cidade do exterior, optamos por, além de sugerir atividades, dar dicas úteis para quem se interessar por visitá-la.

Montevidéu é uma cidade com cerca de 1,5 milhão de habitantes, bem plana, fácil de ser percorrida a pé, de ônibus ou táxi. A passagem de ônibus coletivo custa 18 pesos (R$1,80). Os táxis de rua (pretos com teto amarelo) podem ser uma boa pedida, dependendo da distância, pois a bandeirada é menor do que a cobrada em granda parte do Brasil. A maioria dos táxis aceita reais. Nos ônibus coletivos apenas pesos uruguaios.

O centro histórico, ou ciudad vieja, é um ponto interessante da cidade. Possui vários prédios, museus e praças de interesse histórico, bem como o famoso Mercado del Puerto, repleto de restaurantes e lojas;

Espalhados pela cidade estão monumentos, parques, praças, o Estádio Centenário, palco da primeira Copa do Mundo, museus, o Teatro Solis, a rua 18 de Julio, feiras e bairros interessantes como Pocitos, Palermo, El Prado e Sur;

A rambla, como é conhecida a faixa litorânea do Rio da Prata, é uma boa opção de passeio a pé ou de bicicleta;

Existem casas de câmbio por todo lado, principalmente no centro, mas também aparecem no aeroporto, shoppings, rodoviária, casinos... As do aeroporto são as que tem o pior valor de troca. É possível trocar reais diretamente por pesos uruguais, mas é mais vantajoso levar dólares e trocá-los por pesos. Consegue-se um ganho em relação a troca direta de reais. 1 real vale cerca de 10 pesos. 1 dólar vale cerca de 18 pesos;

Alimentação em restaurantes é cara. Paga-se algo como 5 reais em uma garrafa de refrigerante de 290 ml, 8 a 9 reais em uma garrafa de cerveja de 600 ml, 16 reais em um sanduíche simples com batatas fritas e 30 reais em um prato com churrasco e uma guarnição, geralmente batata. Nada de arroz e feijão. A refeição geralmente é composta só pela carne (um ou dois pedaços) e batata;

Os restaurantes costumam apresentar a conta em pesos uruguaios, dólares, reais, pesos argentinos e euros, e é possível o pagamento em qualquer dessas moedas, ou em mais de uma combinadas. Geralmente vale mais pagar em pesos pois o "câmbio" dos restaurantes desvaloriza as demais moedas;

Ao pagar a conta leva-se um susto ao ver a cobrança de uma taxa conhecida como I.V.A. (imposto de valor agregado). São 22% sobre o valor da conta! Assim, uma conta de 60 reais salta pra mais de 70. E ainda não foi acrescida a gorjeta, nossos famosos 10%. Fica a critério do cliente se paga e quanto paga.

Entre as comidas mais comuns podemos citar o chivito (uma espécie de x-tudo, que pode ser simples ou imenso), medialunas (croissant), massas, carnes, pancho (cachorro-quente), doce de leite, alfajor, vários tipos de bolos, doces e empanadas. Entre as bebidas, vinhos de vários tipos, refrigerantes locais como o Paso de Los Toros ou internacionais como Coca e Pepsi, sucos de frutas locais como pomelo, e cervejas. As marcas locais são Pilsen, Patrícia, Norteña e Zillertal;

Pra quem não sabe muito de espanhol, saiba que dá pra se virar com o famoso "portunhol". Em geral os uruguaios são educados e atenciosos e se esforçam para lhe entender e serem entendidos, muitas vezes lançando mão também do portunhol;

Para realizar compras, nada de eletroeletrônicos ou perfumaria. Em geral são o mesmo preços do Brasil, ou até mais caros. Vestuário e artigos de couro podem compensar em algumas lojas, mas vale uma pesquisada. Podem ser encontrados no centro (principalmente na avenida 18 de Julio) e nos shoppings. Os melhores são o Montevideo, Punta Carretas e Portones;

Passagens de ônibus inter departamentais (departamentos = estados) são baratas. É possível ir de Montevidéu para Punta del Este por cerca de 16 reais (2 horas de viagem) e para Colonia del Sacramento por cerca de 19 reais (2 horas e meia de viagem).

Muitas vezes deixada de lado por viajantes que preferem conhecer a vizinha Buenos Aires, Montevidéu com certeza merece (pelo menos) uma visita.

2 comentários:

jonathanribas.com.br disse...

É verdade, todo mundo vai para Buenos Aires e se esquece da belíssima Montevidéu.
Sempre quis ir para Santiago, você poderia falar um pouco sobre esta cidade também?

Daniel disse...

Olá Jonathan!
Valeu pela presença constante por aqui!
No malas prontas colocamos cidades e sugestões que conhecemos na prática! Pra dar uma opinião de quem realmente foi, viu, fez e o que achou. Ninguém do blog foi pra Santiago ainda, mas em breve teremos um malas prontas sobre Lima, no Peru! Espero que agrade!
Abs.

Related Posts with Thumbnails