9 de set de 2010

Frases antológicas: Odorico Paraguaçu

Mais um personagem de ficção no Frases Antológicas. Desta vez, Odorico Paraguaçu, criado pelo dramaturgo brasileiro Dias Gomes.

Odorico era prefeito da cidade de Sucupira, cuja obsessão era inaugurar o único cemitério da cidade, construído como a principal promessa de sua campanha para prefeito, já que, sempre que morria alguém na cidade, o corpo devia ser levado para a cidade vizinha para ser enterrado. O problema de Odorico é que, após a inauguração do cemitério, ninguém mais morria. Desesperado, esta situação fez com que tomasse iniciativas macabras para concretizar sua promessa, provocando cômicas situações.

Apareceu pela primeira vez na peça de teatro "Odorico, o Bem Amado" com o ator Procópio Ferreira na pele da personagem. Na Televisão, o primeiro a interpretá-lo foi Rolando Boldrin. Entretanto, a face mais conhecida de Odorico foi a emprestada por Paulo Gracindo, que viveu o personagem em uma novela e uma minissérie. Marco Nanini, que também interpretou Odorico no teatro, viveu o prefeito em filme recente.

Frases:

"É com a alma lavada e enxaguada que lhe recebo nesta humilde cidade"

"Vamos dar uma salva de palmas a esta figura trepidante e dinamitosa que foi o Seu Nono"

"Esta obra entrará para os anais e menstruais de Sucupira e do país"

"Isto deve ser obra da esquerda comunista, marronzista e badernenta"

"Quem é que pode viver em paz mormentemente sabendo que, depois de morto, defunto, vai ter que defuntar três léguas pra ser enterrado?"

"Vexame para o nosso prefeito, agora em estado de defuntice compulsória, ter que andar três léguas para ser enterrado."

"Se eleito nas próximas eleições, meu primeiro ato como prefeito será o de cumprir o funéreo dever de mandar fazer o construimento do cemitério municipal."

"Tomo posse como prefeito desta cidade com as mãos limpas e o coração nu, despido estripitisicamente de qualquer ambição de glória. Nesta hora exorbitante, neste momento extrapolante eu alço os olhos para o meu destino e, vendo no céu a cruz de estrelas que nos protege, peço a Deus que olhe para nossa terra e abençoe a brava gente de Sucupira."

"Calunismos. Eu também sou meio socialista. Não da ponta esquerda... do meio de campo, caindo pra direita!"

"Como diria o rei dos persas, Dario Peito de Aço, pra cada problemática tem uma solucionática. Se não disse, perdeu a oportunidade de ser citado por mim".

"Meu caro jornalista, isso me deixa bastantemente entristecido, com o coração afogado na daceptude e no desgosto. Numa hora em que eu procuro arrancar o azeite-de-dendê do estágio retaguardista do manufaturamento (...), me vêm com esse acusatório destabocado somentemente porque meia dúzia de baiacus apareceram mortos na praia."

"Seu Dirceu, não fique aí com essa cara de seu-Malaquias-cadê-minha-farofa! Tome os providenciamentos necessários!"

"O senhor não vai matar, vai suicidar o homem apenasmente..."

"Pare com esse perguntório e essa cara de disenteria. Temos é que tratar dos providenciamentos inauguratícios do cemitério".

"Vai ter uma confabulância político-sigilista sobre as nossas candidaturas".

"É uma alegria poder anunciar que prafentemente vocês já poderão morrer descansados, tranqüilos e desconstrangidos, na certeza de que vão ser sepultados aqui mesmo, nesta terra morna e cheirosa de Sucupira"

"Vamos botar de lado os entretantos e partir para os finalmente"

Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails