16 de set de 2010

Frases antológicas: Bernard Shaw

George Bernard Shaw foi um dramaturgo, romancista, contista, ensaísta e jornalista irlandês. Entre suas obras se destaca "Pigmaleão", sua peça mais conhecida e que inspirou o filme My Fair Lady (1938).

Frases:

"Quando um homem quer matar um tigre, chama a isso desporto; quando é o tigre que quer matá-lo, chama a isso ferocidade. A distinção entre crime e justiça não é muito grande."

"O pior pecado contra nosso semelhante não é o de odiá-los, mas de ser indiferentes para com eles."

"Há uma única religião, embora haja centenas de versões da mesma."

"O dinheiro é a coisa mais importante do mundo. Ele representa saúde, força, honra, generosidade e beleza, visivelmente como a falta dele representa doença, fraqueza, desgraça, maldade e fealdade."

"É impossível haver progresso sem mudanças, e quem não consegue mudar a si mesmo não muda coisa alguma."

"Não temos mais direito de consumir felicidade sem produzi-la, do que consumir riquezas sem produzi-las."

"As pessoas sempre põem a culpa nas circunstâncias por serem quem são. Não acredito em circunstância: os indivíduos de sucesso são aqueles que saem e procuram as condições que desejam; e, se não as encontram, criam-nas."

"Nenhum Homem é suficientemente bom para ser o senhor de outro."

"A virtude não consiste em nos abstermos de maus hábitos, mas de não os desejarmos."

"Liberdade significa responsabilidade. É por isso que tanta gente tem medo dela."

"O fato de um crente ser mais feliz que um cético não é mais pertinente que o fato de um homem bêbado ser mais feliz que um sóbrio."

"Quem sabe faz. Quem não sabe ensina."

"Muito cuidado com o homem que não devolve uma bofetada."

"A vida é uma pedra de amolar: desgasta-nos ou afia-nos, conforme o metal de que somos feitos."

Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails