2 de ago de 2010

Disco da semana - Pronounced 'Leh-nerd Skin-nerd'

"Pronounced 'Leh-nerd Skin-nerd' " (1973) - Lynyrd Skynyrd



Faixas:

1."I Ain't the One"
2."Tuesday's Gone"
3."Gimme Three Steps"
4."Simple Man"
5."Things Goin' On"
6."Mississippi Kid"
7."Poison Whiskey"
8."Free Bird"







Em 1972, durante as gravações de "Pronounced 'Lĕh-'nérd 'Skin-'nérd", o Lynyrd Skynyrd era formado por Ronnie Van Zant (vocais), Gary Rossington (guitarra), Allen Collins (guitarra), Ed King (guitarra e baixo), Billy Powell (teclado), Bob Burns (bateria) e Leon Wilkeson (baixo). Wilkeson deixou a banda antes do final das gravações do álbum, mas aparece na capa junto com os demais integrantes por ter reconhecida sua participação em várias músicas.

O disco começa com a muito boa "I Ain't the One". De cara temos uma boa amostra do que a música do Skynyrd nos trará. Guitarras interessantes e um vocal esplêndido. O que é bom fica ainda melhor com as três músicas que vem a seguir. "Tuesday's Gone" mostra o lado mais balada do Skynyrd, lado este que produziria grandes canções com o decorrer dos anos.

A faixa três é "Gimme Three Steps", simplesmente rock and roll, da melhor qualidade. Em três o álbum já deixara uma ótima impressão. Se pensarmos que era um disco de estréia, trata-se de um belo cartão de visitas. Mas ainda havia mais...

"Simple Man", a faixa quatro, é na minha opinião uma das grandes letras do rock, daquelas fáceis de se identificar. Aliada à letra um momento de grande felicidade dos instrumentistas. Um clássico instantâneo do rock.

"Things Goin' On" inicia o lado B do vinil. Um prenuncio de que as coisas desse lado seriam tão boas quanto as do lado A. "Mississippi Kid" é o exemplo perfeito daquilo que convencionou-se chamar de Southern Rock, ou rock sulista. A guitarra é diferente de tudo que o rock apresentava. Algo entre o country, o folk... Difícil definição. A gaita completa o clima.

"Poison Whiskey" é outra boa canção mas que de certa forma apenas prepara terreno para a obra-prima do álbum: "Free Bird".

Nove minutos! Essa é a duração de "Free Bird". A canção começa lenta, com uma introdução leve, quando logo aos 30 segundos surge a guitarra que marcaria a música. Uma introdução para a voz de Van Zant e a bela letra. Aos 4:40 a música ganha um ritmo inesperado e então o incrível solo de guitarra, dos melhores da história do rock, toma a frente. Nesse momento entendemos os nove minutos da música, e achamos pouco!

"Pronounced 'Lĕh-'nérd 'Skin-'nérd" é um álbum que possui letras de grande inspiração, todas escritas por Ronnie Van Zant, e uma incrível sonoridade. Se ainda não ouviu, não perca mais tempo!

Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails