6 de mar de 2010

Cordel do Fogo Encantado

Foi com tristeza que recebi a notícia de que o Cordel do Fogo Encantado deixou de existir. Sem dúvida uma dos mais criativos grupos surgidos em nossa música nos últimos anos.

Em 1997 um grupo teatral voltou a atenção para a cidade de Arcoverde. Nascia o espetáculo Cordel do Fogo Encantado. Na formação, Lira Paes, Clayton Barros e Emerson Calado. Por dois anos, o espetáculo, sucesso de público, percorreu o interior do estado.

Em Recife, o grupo ganhou mais duas adesões que iria modificar sua trajetória: os percussionistas Nego Henrique e Rafa Almeida. No carnaval de 99 Cordel do Fogo Encantado se apresenta no Festival Rec-Beat e o que era apenas uma peça teatral, ganha contornos de um espetáculo musical. Ao lirismo das composições somou-se a força rítmica e melódica dos tambores de culto-africano e a música passou a ficar em primeiro plano. A estréia no carnaval pernambucano mais uma vez chamou a atenção de público e crítica e o que era, até então, sucesso regional, ultrapassou as fronteiras, ganhando visibilidade em outros estados e o status de revelação da música brasileira.

Conheci o Cordel em 2001, na primeira vez que fui à Pernambuco. Me lembro que vários colegas voltaram pra BH com cds do Cordel na bagagem. Me lembro também que no ônibus, durante o trajeto de volta alguém colocou o cd pra tocar. Ouvir "Chover" na estrada, com paisagens do sertão e um céu fechado realmente impressiona.

Uma pena. Sem dúvida uma grande perda. Ainda bem que os discos ficam pra contar a história. Que seus integrantes sejam felizes em outros projetos!




2 comentários:

Carlos Eduardo disse...

Puxa que notícia triste e chata. Eu estava nest mesma mitica viagem e realmente ouvir certas músicas com certas paisagens realmente é algo inesqucivel e forte.
De todo modo dentro dos meus discos de sempre e dentro de uma lista que fiz inclusive com a ajuda do DANIEL dos melhores discos da decada passada o Cordel esta lá.

Daniel disse...

Carlos, grande colega de viagens e empreitadas!Cordel realmente era algo singular.

Related Posts with Thumbnails