19 de dez de 2009

Caverna do Dragão

Estava assistindo televisão em uma manhã desta semana quando começou a passar o desenho Caverna do Dragão. Quanta nostalgia. Assistia este desenho quando ainda era criança. Hoje consigo compreender melhor tudo que envolve a história dos jovens perdidos em um mundo estranho, sempre a procura do caminho para casa.

Caverna do Dragão (no original Dungeons & Dragons) foi inspirado no famoso jogo de RPG homônimo. A série possui 27 episódios, todos eles exibidos originalmente entre os anos de 1983 e 1986.

A história começa com um grupo de jovens em um parque de diversões, embarcando em uma montanha russa chamada Dungeons & Dragons. Contudo, durante o passeio um portal se abre e traz o carrinho onde eles estavam para um outro mundo, no qual aparecem trajando outras roupas e recebendo armas mágicas de alguém que se apresenta como Mestre dos Magos (Dungeon Master no original). A partir daí, os jovens passam por uma série de aventuras em busca de uma forma de voltar para casa, nas quais o Vingador, um mago maléfico, tenta a todo custo tomar as armas mágicas dos jovens com a intenção de destruir o Mestre dos Magos e tomar todo o reino.

Sempre me perguntei porque o Mestre dos Magos não levava os garotos direto ao portal de saída. Hoje entendo o porquê. A função do Mestre dos Magos não é dar soluções, mas sim direcionar a história, como os mestres nos jogos de RPG. Ele apresenta a situação e os jogadores resolvem como lidar com ela.

Outro detalhe importante. Ao chegarem no Reino, os jovens assumiram novos "personagens". De adolescentes passaram a guerreiros. Assim sendo, Caverna do Dragão seria como uma grande encenação de uma partida de RPG. Cada um deles representa, de certa forma, uma das principais classes de personagem da primeira edição de Dungeons & Dragons, o que é claramente definido quando o Mestre dos Magos lhes atribuem "apelidos", após entregar suas Armas do Poder. Eric passa a ser o cavaleiro, Hank o arqueiro, Diana a acrobata, Sheila a ladra, Presto o mago e Bobby o bárbaro.

Apesar do enorme sucesso a série foi cancelada. Como o último episódio da terceira temporada não deu continuidade ao enredo da série, há até os dias de hoje muita curiosidade e especulação em torno do episódio final.

Michael Reaves, escritor daquele que, ao menos em script, é o final oficial das aventuras de Caverna do Dragão, revelou recentemente qual seria o final da série.

O episódio inicia com o Mestre dos Magos e o Vingador se encontrando num local ermo para negociar e fechar um trato macabro. Enquanto isso, os seis garotos enfrentam uma enorme hidra. O Mestre dos Magos aparece logo depois e durante a briga, mas se recusa a ajudá-los, o que causa estranhamento geral - e quase morrem por causa disso, por muito pouco não se safando. Mais tarde, o Vingador surge e, se aproveitando da pisada de bola do Mestre, apresenta uma maneira para a turma voltar ao seu mundo: Encontrar uma chave escondida e arremessá-la em um abismo. A proposta faz o grupo se dividir em dois (Eric, Presto e Sheila de um lado e Hank, Bobby, Diana e Uni do outro). Após várias peripécias e quase se matarem ou morrerem pelo caminho, eles se juntam novamente e encontram a tal chave dentro de um sarcófago com a imagem do Vingador. Ao serem atacados por uma ameba gigante dentro do castelo em que se encontravam, Eric usa a chave numa fechadura do sarcófago e salva seus amigos da morte certa. Isso também abre de vez o sarcófago e faz o Vingador perder o trato feito com o Mestre, se transformando em sua forma real (um Cavaleiro), que se revela filho do próprio Mestre dos Magos. Com o vilão libertado, todas as criaturas e seres cativos do Vingador são libertados e a Era das Trevas se encerra de forma espetacular no Reino. Os garotos se reúnem com o Mestre e ganham por fim a opção de voltar para seus lares ou seguir no Reino, ajudando a construir uma nova Era. O episódio termina sem o espectador saber se eles retornaram ou não para a Terra, deixando aí o espaço para uma continuação na temporada seguinte.

Portanto, nada em comum com especulações como os jovens já haviam morrido, que o Reino seria o inferno, o Vingador seria bom, o Mestre dos Magos ruim... E se alguém disser que já viu o último episódio, lembre-se: este jamais foi produzido.

Uma coisa que não consigo entender é como a indústria cinematográfica ainda não percebeu o filão Caverna do Dragão. Com certeza daria, ao menos, uma trilogia, e das boas.

2 comentários:

Fábio Mota disse...

Daniel qual é a sua fonte??
Eu tinha informações contrárias.
Abs

Daniel disse...

Olá Fábio. A informação que postei parte da revista Herói, publicação voltada para o mundo dos quadrinhos e desenhos animados, do ano de 2000. O jornalista Pablo Miyazawa entrevistou Gary Cyrax (produtor do desenho), além de Mark Evanier e Michael Reeves, roteiristas da série. Os três negaram os boatos existentes sobre um episódio final e sua história, revelando em seguida o final que seria o verdadeiro, chamado "Requiem" e que jamais chegou a ser produzido.

Related Posts with Thumbnails