27 de out de 2009

7 Conto - A Comédia

Poucos dias atrás pude acompanhar a reestréia de “7 Conto – A Comédia”, espetáculo teatral escrito e encenado por Luís Miranda e dirigido por sua colega de “Sob Nova Direção”, Ingrid Guimarães. O espetáculo, em sua primeira encenação, reuniu mais de 340 mil espectadores. Garanto que o sucesso não foi mero acaso.
A peça apresenta 7 personagens, todos encenados por Miranda. Confira cada um deles:

Caroline – Por ser uma criança negra, Caroline não consegue se identificar com os personagens das histórias infantis. Quer ser atriz e resolve pedir para Walt Disney inventar um personagem infantil e negro para ela.
Queixada – Guardador de carros que perdeu completamente o fio da meada. Vive bêbado e gosta de filosofar profundamente a respeito de variados assuntos.
Dona Editi – Apresentadora do programa Editi, Corte e Economize, transmitido diretamente da sala do barraco onde mora. Nele, a líder comunitária dá dicas de economia, política, culinária e ainda ensina como educar os filhos na favela.
Detona – Apresentador do programa Brasil Elite, Detona defende a classe mais privilegiada, que considera totalmente injustiçada. Expõe e tenta resolver problemas de milionários, enquanto anuncia produtos para magnatas.
MC Dollar – Cantor de rap muito rico, nada preocupado com seus brothers favelados, MC Dollar só veste grifes famosas e fala do preconceito que a elite sofre por parte dos desfavorecidos.
Dona Arminda – Octogenária desbocada,sofre diante da parafernália do mundo moderno, que só cria dificuldades para o idoso, como acesso aos caixas eletrônicos, à internet, enfim, à modernidade.
Sheila – Socialite das mais chiques e afetadas. Megalômana e deslumbrada, ela veste casaco fabricado com o “pêlo-rei de ovelhas albinas criadas no sul-nordeste da Croácia.”

Como pode-se perceber, há uma grande variação entre os personagens, variação esta perfeitamente explorada por Miranda que se desdobra e em momento algum deixa o público com a sensação de que já viu aquele personagem momentos antes. Mesmo as quatro personagens femininas são totalmente diferentes, até no tom de voz.
Miranda dá um show de interpretação. Os risos estão garantidos do início ao fim do espetáculo. Mesmo nos momentos em que se percebe forte crítica social o ator consegue arrancar risos da platéia. Alguns em certa medida constrangidos... Talvez identificados com algo que tenha sido dito...
A peça fica em cartaz no Teatro Cleyde Yáconis (Avenida do Cafe, 277 - Vila Guarani – São Paulo) até 29 de novembro.

Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails