30 de ago de 2009

Genialidade não tem idade

O Peramblogando apresenta agora a incrível história de três jovens gênios: Kim Yong-Ung, Gregory Smith e Akrit Jaswal.

Comecemos por Gregory Smith.

Nascido em 1990, esse menino já podia ler com apenas dois anos de idade. Aos 10 se matriculou na universidade. Fundou a International Youth Advocates, uma organização que promove passeatas pela paz e compreensão entre os jovens de todo o mundo. Ele já se encontrou com Bill Clinton e Mikhail Gorbachev e já deu um aulão para os membros da ONU. Por tudo isso, foi nomeado quatro vezes para receber um Prêmio Nobel da Paz. Sua última conquista? A carteira de motorista. Recentemente Gregory completou 19 anos.

A seguir temos Akrit Jaswal.

"O menino mais inteligente do mundo". É assim que Akrit tem sido chamado e é fácil entender o motivo. Com um QI de 146, ele é considerado o mais inteligente na Índia.

Em 2000, Akrit executou o seu 1º procedimento médico em sua casa, com apenas sete anos de idade. Ele operou uma menina de oito anos com mão queimada em um incêndio, o que fez com que seus dedos grudassem. Mesmo sem nenhuma formação médica e sem experiência de cirurgia, ele conseguiu desgrudar os dedos e ela foi capaz de utilizar a mão novamente. Com doze anos, Akrit disse estar próximo de descobrir uma cura para o cancro. Agora ele está estudando em Chandigarh College e é o mais jovem estudante da universidade indiana.

Mais impressionante que Gregory e Akrit é, sem dúvida, Kim Yong-Ung.

Nascido em 1962, esse pequeno gênio coreano já lia em japonês, coreano, alemão e inglês com apenas quatro anos. Com nove anos recebeu o título de Doutor "Honoris Causa" em Matemática Espacial e Cálculo Diferencial. Aos 12 anos recebeu igual título em Física Nuclear. É considerado o gênio mais completo da história da humanidade. Seu QI? 210. Ninguém jamais alcançou tal grau.


Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails