27 de ago de 2009

Frases antológicas: Charles Baudelaire

Charles-Pierre Baudelaire foi um poeta e teórico da arte francês. É considerado um dos precursores do Simbolismo, embora tenha se relacionado com diversas escolas artísticas. Sua obra teórica também influenciou profundamente as artes plásticas do século XIX.

Em 1857 é lançado sua maior obra: "As flores do mal", contendo 100 poemas.

Frases:

"Manejar sabiamente uma língua é praticar uma espécie de feitiçaria evocatória"

"Só nos esquecemos do tempo quando o utilizamos"

"A admiração começa onde acaba a compreensão"

"Não podendo suportar o amor, a Igreja quis ao menos desinfectá-lo, e então fez o casamento"

"Deus é o único ser que, para reinar, nem precisa existir"

"Todo o homem saudável consegue ficar dois dias sem comer - sem a poesia, jamais"

"Aos olhos da saudade como o mundo é pequeno"

"O mais irritante no amor é que se trata do tipo de crime que exige um cúmplice"

"A felicidade é composta de pequenos prazeres"

"Para o comerciante até a honestidade é uma especulação financeira"

"Que há de mais absurdo que o progresso, já que o homem, como está provado pelos factos de todos os dias, é sempre igual e semelhante ao homem, isto é, sempre em estado selvagem"

"A fatalidade possui uma certa elasticidade a que é costume chamar-se liberdade humana"

"O belo é sempre raro"

"Na declaração dos direitos do homem esqueceram-se de incluir o direito a contradizer-se"

"O público é, relativamente ao génio, um relógio que se atrasa"

Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails