9 de jul de 2009

Frases antológicas: Bezerra da Silva

José Bezerra da Silva foi um cantor, compositor e violonista brasileiro, considerado o embaixador dos morros e favelas. Cantou sobre os problemas sociais encontrados dentro das comunidades, se apresentando no limite da marginalidade e da indústria musical.

Seus principais temas foram os problemas sociais dentro das comunidades, entre eles: a malandragem e ladrões à margem da lei, a maconha, e outras linguagens. É considerado um dos principais expoentes do samba do estilo partido alto.

Quase não se encontram frases de Bezerra da Silva. As que seguem abaixo são um apanhado de algumas de suas composições.

Frases:

"Quando a malandragem é perfeita ela queima o bagulho e sacode poeira."

"Toda hora tem gíria no asfalto e no morro porque ela é a cultura do povo."

"Bom malandro é cadeado. Nada sabe e nada vê."

"Sou um malandro perfeito, tenho sessenta mulheres. Cinqüenta andando a pé, nove me perturbando e uma em casa de fé."

"Conheço muito malandro que é malandro de conversa. Se a mulher não mete os peito, eles passa fome à beça"

"O meu salário é o mínimo, porém é o máximo que eu consigo vencer, desconto pro INPS e o maldito Leão ainda quer me morder."

"E malandro é malandro e mané é mané"

"Se gritar pega ladrão, não fica um meu irmão"

"Otário só tem dois direitos: tomar tapa e não dizer nada"

"Eu conheço uma pá de otário metido a malandro que anda gingando, crente que tá abafando, e só aprendeu a falar: Como é que é? Como é que tá?"

"Ai gente boa, se num tem intimidade com caneta mete o dedão no papel que tá assinado nosso acordo"

Eu sou cobra criada e tenho muito veneno. Sou neto da madrugada e afilhado do sereno"

"O morro é pobre e a probreza nao é vista com franqueza nos olhos desse pessoal intelectual"

"Em transação de malandro não se põe areia e se tentar atrasar a coisa fica feia"

"Sou produto do morro por isso do morro não fujo e nem corro"

"Com dinheiro tudo bem sem dinheiro tudo mal. O dinheiro nesta vida é peça fundamental"

"Quando Cabral aqui chegou e semeou sua semente, naturalmente começou a lapidação do ambiente"

Um comentário:

Anônimo disse...

O velho e bom coruja! Bom encontrá-lo por aqui!

Related Posts with Thumbnails