14 de jun de 2009

Top 10 - Discos mais vendidos no Brasil

Hoje darei início a uma série de posts chamados "Top 10", apresentando dados sobre a indústria fonográfica no Brasil. Este primeiro post traz os dez discos de artistas nacionais que alcançaram as maiores vendagens em todos os tempos.
A lista é apresentada na forma "Disco - Artista - Ano - Vendas"

10 - Terra Samba ao Vivo e a Cores - Terra Samba - 1998 - 2.450.411
9 - Mamonas Assassinas - Mamonas Assassinas - 1995 - 2.468.830
8 - Xou da Xuxa - Xuxa - 1986 - 2.689.000
7 - Um Sonhador - Leandro & Leonardo - 1998 - 2.732.735
6 - Xegundo Xou da Xuxa - Xuxa - 1987 - 2.754.000
5 - 4º Xou da Xuxa - Xuxa - 1989 - 2.920.000
4 - Só pra Contrariar - Só pra Contrariar - 1997 - 2.984.384

3 - Leandro & Leonardo - Leandro & Leonardo - 1990 - 3.145.814
2 - Xou da Xuxa 3 - Xuxa - 1988 - 3.216.000
1 - Músicas para Louvar o Senhor - Padre Marcelo Rossi - 1998 - 3.328.468
Interessante observar que nenhum dos discos mencionados ultrapassa a barreira do ano de 1998. A explosão da pirataria no final da década de 90 explica esse fenômeno. Com a queda brusca nas vendas de discos, nenhum artista pós 98 conseguiu entrar nesta lista. Vale ressaltar que até mesmo os critérios para obtenção de discos de ouro, platina e etc foram modificados, diminuindo em muito o número de discos vendidos necessários para tal qualificação.
Outros dados curiosos é que entre os 10 mais vendidos temos 4 discos da Xuxa, mas todos de sua fase anos 80. Temos também dois discos sertanejos, ambos de Leandro e Leonardo, um de pop rock, um axé, um de pagode e em primeiro lugar um padre.

4 comentários:

Carlos Eduardo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Carlos Eduardo disse...

Dos discos citados acima, aqui em casa tinha (já que num sei por onde anda)em formato de disco de vinil o do Leandro e Leonardo de 1990.
Além da pirataria chamaria a atenção tbém para a questão preço, os poucos mais velhos na faixa dos 27 anos, se lembram que entre 1994 e 1998, no que poderíamos chamar de primeira faze do Real, a moeda era valorizada e a inflação baixissima, isso fez com que alguns produtos, incluindo ai os récem-chegados Cds fossem produtos relativamente barato. Algo que após o ano de 1998 ficou totalmente fora da realidade de grande parte da população brasileira. Além da pirataria foi a apartir de fins dos anos 90 que a classe mais privilegiada efetivamente passou a ter net em casa e copiar músicas através de emules...
Legal esse post.

Daniel disse...

Diante das reclamações no post sobre os artistas que mais vendem discos no Brasil, resolvi vir neste post esclarecer algumas coisas. As informações aqui contidas foram retiradas de fontes bibliográficas cujos autores transmitem confiabilidade. Me estranhou o fato do famoso Rádio Pirata do RPM não figurar na lista. Afinal anuncia-se a venda de cerca de 3,5 milhões de cópias deste disco. Entretanto não tenho uma base de dados confiável que me permita confrontar os resultados apresentados pelos autores das obras consultadas. Sendo assim mantenho as listas como estão, estando, entretanto, aberto a modificações caso as mesmas sejma propostas com o embasamento necessário.

Anônimo disse...

ALEM DESSE PADRES SEREM PEDOFILOS AINDA ESSA INUTIL DA GLOBO CONFIA NESSE SAFADÃO AI ELES NÃO MERECEM SUCESSOS OK

Related Posts with Thumbnails