29 de dez de 2008

Retrospectiva 2008

O ano vai chegando ao final e como não poderia deixar de ser publicaremos, assim como tantos outros blogs, uma retrospectiva relembrando os momentos mais importantes do ano. Mas de uma maneira um pouco diferente do convencional revival de notícias... Uma retrospectiva com arte, criatividade e bom humor baseada em um diálogo como de dois repentistas, expresso sob a forma de literatura de cordel.


RETROSPECTIVA 2008 - Os principais fatos que marcaram o ano
Peleja: Heleno Alexandre (Sapé-PB) e Allan Sales (Recife-PE)

"(Heleno)
Está terminando o ano
Com tristes e satisfeitos
Eleições municipais
Novatos e reeleitos
Com voto do povo seu
Nosso Brasil elegeu
Mais de cinco mil prefeitos

(Allan)
E lutou pelos direitos
O ano de 48
Mas a ONU não tem força
Ante um império afoito
Nesse ano se renova
50 da Bossa Nova
Que é de 58

(Heleno)
Ronaldo sem ser afoito
Assinou com do Timão
Pela Copa do Brasil
O troféu é do Leão
Equipe pernambucana
Já na Sulamericana
O Inter foi campeão

(Allan)
Ronaldo fez confusão
Foi aquele ti ti ti
Pois confundiu umas bolas
Provocando um frenesi
Encheu a lata de cana
E depois da carraspana
Foi encarar travesti

(Heleno)
Já um pedreiro daqui
Matou irmã à pauladas
Tremeu a terra em Sobral
A Lei Seca nas estradas
Nas olimpíadas da China
Marta muitas lágrimas mina
Nas chances desperdiçadas

(Allan)
O Diego deu cagadas
A Daiana amarelou
A irmã do viadinho
Nem procheiro ela chegou
Mas a Maggi saltadora
Essa sim foi vencedora
E o ouro ela levou

(Heleno)
Um caos a crise gerou
No país americano
A saudade de Leandro
Famoso cantor goiano
Sertanejo felizardo
Dez anos de Leonardo
Sem seu irmão esse ano

(Allan)
Foi Dercy pra outro plano
Com Valdick ela encantou-se
Foram ver o Criador
O Brasil emocionou-se
Mas a bolsa americana
E sua grande gana
Numa queda que lascou-se

(Heleno)
Na Igreja revelou-se
Depois do Padre Marcelo
A fama botou no topo
O Padre Fábio de Melo
Pra o esporte ter mais crédito
Brasil ganhou ouro inédito
Na natação com Cielo

(Allan)
A Igreja lhe revelo
Não sou de religião
Nem um padre nem pastor
Nem Jesus e nem o Cão
Pois Henfil já me dizia
Nenhuma teologia
Nos trará libertação

(Heleno)
A clonagem de cartão
Com ex-prefeito envolvido
Muitos gestores cassados
Por traição ao partido
Sem desculpa e sem perdão
Por atraso de pensão
Celso Pitta foi detido

(Allan)
Cunha Lima emperdenido
Deve ser e bem cassado
Pois comprou uma eleição
Por enquanto está julgado
Só se for meter a peia
Só botando na cadeia
Um fuleiro tão safado

(Heleno)
Sem sucessor do seu lado
Bush deixa a presidência
Concurso na Petrobrás
Visto com eficiência
Serasa registra aumento
De mais de sete porcento
No índice de inadimplência

(Allan)
Obama na presidência
Não mudou nada legal
Botou a mulher de Bill
Mas deixou um general
Deixou mesmos militares
Os falcões e seus pares
No Oriente é bestial

(Heleno)
Fábio Junqueira de um mal
Morreu mas era sadio
A dengue fez muitas vítimas
Principalmente no Rio
Os pinguins no Pólo Norte
Se registrou ate morte
De alguns por queda de frio

(Allan)
Milícias dão calafrio
Lá no Rio de Janeiro
Chuva em Santa Catarina
Causando grande salseiro
Tanto crime se revela
Como Eloá e Isabella
Teve morte o ano inteiro."

Heleno Alexandre
Publicado no Recanto das Letras em 17/12/2008
Código do texto: T1341254

Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails